Na Coréia do Norte a cada 10 cristãos 1 é preso por causa do evangelho - 2ª Burger Night Gourmet

Imagine um local, onde o líder principal se considera um deus, onde a opressão e a miséria reinam, onde é crime falar ou professar que acredita em Jesus, se o fizer, a pessoa e mais três gerações da sua família pagam pelo seu “erro". Um lugar onde a fome e a pobreza são como um amigo próximo. Você consegue imaginar? Será que um lugar assim existe?

Nessa última Burguer Night Gourmet um dos países representados em nossa imersão cultural foi a Coréia do Norte. Imersão Cultural é uma maneira de conhecer, vivenciar ou imergir em uma cultura. Nessa segunda edição um grupo de jovens voluntários da cidade de Botucatu/SP trouxeram de forma teatral alguns relatos e testemunhos de pessoas que sobreviveram a perseguição na Coréia do Norte.


Eles encenaram um apresentador de programa entrevistando 3 pessoas norte coreanas refugiadas que deram seus depoimentos exclusivos sobre como foi morar na Coréia do Norte (Esses depoimentos são reais e verídicos) e logo após trouxeram alguns dados sobre a Coréia do norte.


Primeiro depoimento:


"Saímos da Coréia, porque precisávamos de comida, éramos de uma vila do interior e não sabíamos se, à chegada, o rio estaria cheio ou vazio. Estava a transbordar devido à estação de chuvas. Pensei ‘temos de cruzá-lo, dê por onde der’. Só pensava em chegar à China e comprar comida. Tirei as minhas roupas e amarrei as peças umas às outras, para formar uma corda; disse à minha mãe que não largasse a outra ponta. Já a meio do rio, senti que a ‘corda’ tinha ficado mais leve. Olhei para trás e vi a minha pobre mãe a ser arrastado pela forte correnteza. Tentava me manter à tona, e finalmente cheguei em solo Chinês, mas devastada.

Ao chegar, consegui ajuda de pessoas, que até então pensei que fossem boas, mas essas mesmas pessoas, me venderam para uma quadrilha que produz vídeos de sexo ao vivo. Durante oito anos, fiquei confinada em um apartamento e sendo forçada a transmitir ao vivo poses e atos pornográficos.

Cansada dessa vida, eu e mais uma outra menina, resolvemos fugir. Amarramos os lençóis e fizemos uma corda, e descemos do terceiro andar, lembro-me de ter dito para ela “Rápido, não temos muito tempo.""


Segundo depoimento:


"Sabe, nunca tive a intenção de sair da Coréia do Norte, eu era rico, tinha regalias, uma vida boa que qualquer um desejaria, e Ahhhhh! o adorado Líder Supremo era fantástico! Com aquela visão eloquente que qualquer um invejaria, não sei porque as pessoas falam tão mal de um país tão bom, nunca vi qualquer tipo de miséria.... Mas, graças a minha doença, tive que sair da capital urgentemente, pois ela não oferecia mais tratamento. Então procurei um ‘coiote', alguém que me ajudasse a sair do país, a troco de dinheiro.... Mal sabia eu que foi a pior besteira que fiz, ao invés de ser encaminhado para China, fui para a Coréia do Sul, e agora, não consigo regressar, pois alegam “ser contra a lei sul-coreana” me devolver ao meu país de origem. Se arrependimento matasse, pois bem, gostaria de estar MORTO! "


O terceiro depoimento e um dos mais fortes:

"Muitas vezes, as autoridades invadem nossas casas sem aviso. Eles sempre fazem isso com as pessoas. Não é porque somos cristãos, mas é porque querem assustar as pessoas e se certificar de que elas não irão criar problemas. Esse é o meio deles garantirem que todos adorem ao líder da nação. Certa vez, copiei os versículos bíblicos à mão. Sempre orei pedindo que eles não fossem encontrados, pois colocariam a minha família em perigo.

Um dia, a polícia veio até em casa e fez uma busca. Eles encontraram trechos dos versículos bíblicos que eu havia copiado à mão. Eles gritaram comigo diversas vezes e levaram minha esposa e filhos embora. Nós todos fomos levados para uma prisão onde nos forçariam a trabalhar até morrer. Sempre oro pelos cristãos que ficaram para trás nos campos de trabalho norte-coreanos, porque sei que viver lá é como estar no inferno.

Quero que o mundo conheça a crueldade que enfrentamos nos campos de trabalhos forçados norte-coreanos. Fui forçado a ir para o campo de Yodok. Fiquei nove longos anos ali. Eles nos tratavam como animais, mas até os animais daquele lugar eram tratados melhor do que nós. O que me deixou muito triste, até furioso, foi o fato de que eles também levaram meus pais e filhos para lá no campo de Yodok. Só porque eu era cristão, meu pai, minha mãe, minha família inteira foram presas. Doía-me muito saber que eles tratavam meus filhos como animais. Só eu era cristão, por isso, quero que o mundo inteiro saiba o que eles fizeram.

Primeiro, perdi meu pai na prisão de Yodok. Tive que cobrir seu corpo com uma esteira de palha, já que não havia caixão. Não muito tempo depois, minha mãe também morreu de fome. Quando perdi meus filhos, meu coração se partiu

Sentia-me muito triste e miserável. Aquilo me feriu grandemente. Nunca esquecerei de ter visto tantos corpos mortos por causa da fome, e empilhados ao redor dos campos e montanhas de Yodok. Quero contar isso ao mundo inteiro!

Muitos no ocidente não têm consciência do sofrimento que os irmãos e irmãs norte-coreanos enfrentam. Na Coreia do Norte, se as pessoas creem em Deus e são capturadas pelo governo de KIM JONG IL, elas são assassinadas juntamente com três gerações de suas famílias. Os cristãos não se importam em morrer sozinhos. Entretanto, como famílias inteiras podem ser assassinadas, muitos cristãos seguem a Jesus secretamente e desconhecem outros cristãos.


A Coreia do Norte ocupa o 1º lugar do mundo que oferece mais perseguição aos cristãos, e ocupa essa posição no ranking mundial há 17 anos, desde 2002. Existem aproximadamente 300 a 400 mil cristãos hoje na Coreia do Norte. Sendo que 50 mil desses cristãos estão presos e são colocados em trabalhos forçados. Na Coréia do Norte a cada 10 cristãos 1 é preso por causa do Evangelho.

Ore pelos cristãos da Coreia do Norte para que esses nossos irmãos sejam fortalecidos. Ore pela igreja da Coreia do Norte. Ore pelo líder atual da nação Kim Jong-un.

Que tal mobilizar mais pessoas nessa corrente de oração pela Coreia do Norte? Envie esse conteúdo para 2 amigos (as) para que eles também estejam orando pela Coreia do Norte. 🙏🏽

Texto de Ulisses Souza adaptado por Your Global Mission.


Abaixo está os registros dessa imersão tão impactante:



1 visualização0 comentário